Coleta Seletiva – Fruto de iniciativas individuais

Coleta Seletiva

Já faz algum tempo que realizamos um trabalho sério de separação e destinação de resíduos no nosso condomínio, além de evitar que muito lixo siga para os já saturados aterros, geramos uma renda extra aos funcionários da limpeza.

Infelizmente o maior desafio encontrado está na conscientização dos moradores a respeito da importância de se separar os materiais secos dos orgânicos e além disso, depositá-los limpos nos locais destinados para coleta.

De alguns meses para cá iniciamos um trabalho mais intenso de divulgação das ações que melhoraram a forma de descarte desse material, no mesmo período começamos a quantificar e mensurar o que é arrecadado, separado e vendido.

Temos um grande trabalho pela frente, mas já foi dada a largada, os funcionários estão todos comprometidos e treinados e vamos definir metas de separação e intensificar a divulgação da necessidade de apoio dos moradores a fim de aumentar muito a quantidade de materiais.

O objetivo final é garantir que será realmente descartado somente o material orgânico.

Dados

  • Período de arrecadação: 91 dias
  • Arrecadação: 555 quilos de materiais
  • Média de 6,1 quilos por dia
  • Média diária de 60 gramas de material reciclável por apartamento.

Quais são os materiais separados


Papel 135kg
Jornais 240kg
Alumínio 12kg
Garrafas PET 67kg
Vidro 101kg
Embalagens longa vida —–
Óleo de cozinha —–

As embalagens longa vida e o óleo não foram negociados e por isso não foram contabilizados

Meta

Buscamos a meta de pelo menos dobrar a quantidade total de material reciclável.

Como iniciar o trabalho de coleta seletiva – Etapas

  • Compra de contêineres para armazenamento dos materiais separados
  • Treinamento aos funcionários sobre manuseio e separação
  • Ações de conscientização e divulgação aos moradores
  • Contatar compradores para o material separado e parcerias

Importante quantificar e divulgar as ações já realizadas para incentivar a continuidade do comportamento sustentável. Nas próximas matérias detalharei cada etapa do processo para auxiliar aqueles que pretendem iniciar o trabalho em seus condomínios, lembre-se, você não precisa ser o administrador ou o síndico para plantar a semente da sustentabilidade, normalmente as ações partem de interesses individuais para depois atingir grandes resultados.

Retorno

Esse não é o tipo de ação em que se espera retorno do investimento, temos a premissa de que o material deve ser separado e destinado corretamente, independente se isso trará alguma renda ao condomínio. Alias pensando por esse lado a ação normalmente trás até a necessidade de algum investimento inicial, para aquisição de coletores, lixeiras, contêineres etc. O retorno esperado deve ser sempre o sentimento de que estamos fazendo a nossa parte para reduzir o nosso rastro no planeta.

Planejamento e execução

Conto no condomínio com o auxilio de uma especialista em meio ambiente que tem ajudado muito no treinamento do pessoal e no trabalho de conscientização, quem precisar de ajuda pode entrar em contato conosco para elaboração do planejamento e implantação do sistema de separação do lixo, destinação de lâmpadas e pilhas etc.

Boa sorte  e bom trabalho a todos, nos enviem os resultados de suas ações e poderemos divulgar os casos de sucesso.

condominiossustentaveis@gmail.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: