Os Passos para a Eficiência Energética em Condomínios

Os Passos para a Eficiência Energética em Condomínios

Para que possamos gerenciar os gastos de energia, precisamos conhecer a nossa estrutura, saber onde gastamos e o que influencia a demanda, a partir dessa análise poderemos buscar alternativas para a redução do consumo.

A chave para buscar oportunidades de redução é partir de onde se identifica o consumo, seguindo o caminho inverso até o ponto de aquisição de energia.

Passos:

1- Entender onde a energia é consumida

A eletricidade deve ser tratada como qualquer outro produto, inventariando as cargas, consumos, localização, condições de uso e outros, assim poderemos dimensionar e saber quais são e onde estão os maiores “gastadores” de energia.

Maiores consumidores de energia em condomínios normalmente são a iluminação das áreas comuns (corredores e garagens), elevadores e bombas de água.

2- Adequar o consumo às exigências

Todos os sistemas elétricos foram projetados para atender à uma exigência, as exigências podem ser algo simples como iluminar ou mais complexo, como o sistema de bombeamento e pressurização. A exigência é a eficácia do sistema, ou seja, atender aquilo que se propõe.

3- Maximizar a eficiência do sistema

A maximização da eficiência energética é a utilização da energia elétrica somente quando ela é necessária.

A avaliação mais importante a ser feita é a duração e a magnitude do consumo, isso serve para identificar se o uso está além da necessidade e adequá-lo, seja o acionamento de bombas por maior tempo do que necessário, desligamento de elevadores em horários fora de pico, uso de refrigeradores de ar, desligamento da iluminação quando não há passagem de pessoas etc.

4- Otimizar o fornecimento de energia

Após conhecer todo o sistema elétrico, identificar as cargas, onde estão os gastos, maximizar a eficiência e deixar de desperdiçar energia, chega a hora de otimizar o uso.

A otimização consiste na melhoria dos sistemas e/ou substituição por outros mais eficientes, como por exemplo: utilização de lâmpadas de LED, bombas de água econômicas, uso de energia e aquecimento solar, troca de fontes de energia etc.

Conclusão

Em praticamente todas as áreas é possível ter ganhos consideráveis no consumo de energia elétrica, algumas vezes a otimização será cara demais e não se justifica, a exemplo de se trocar toda a iluminação das garagens por lâmpadas de LED, ou então utilizar um sistema de aquecimento solar em um local em que se usa a água aquecida poucas vezes. Para casos como esses compensa realizar um trabalho de conscientização, mudança de procedimentos e outros meios que reduzam o tempo em que aquele equipamento ficará ligado.

Em todos os casos deverão ser feitas análises de consumo, investimento e prazo de retorno (ROI) para avaliar a viabilidade da melhoria. A página de PLANEJAMENTO poderá ajudá-lo nessa análise.

condominiossustentaveis@gmail.com

Twitter: @c_sustentaveis

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: