Educação Ambiental em condomínios

Educação Ambiental em condomínios

Por Aline Cristina Arruda

www.liarruda.wordpress.com

Moramos em uma cidade com 18 milhões de habitantes, uma das maiores metrópoles do mundo responsável por 33,9% do PIB Brasileiro, o maior centro comercial da América Latina.

A cidade de São Paulo, como a maioria das cidades brasileiras, cresceu sem planejamento e o tempo é algo precioso nessa cidade que não pára. Pensando em ações simples e rápidas para condomínios sustentáveis, pequenas ações para fazer a diferença.

Agir sustentavelmente é algo necessário para o desenvolvimento das cidades e do Planeta. O lixo é uma das maiores questões e pode ser reduzido com atitudes como coleta seletiva, minhocários. Atitudes como economia de energia e água e principalmente, o consumo são grande aliadas da sustentabilidade.

Falaremos de algumas ações que podem ser executadas por qualquer pessoa em qualquer moradia (casa, apartamento):

1.Coleta Seletiva: A coleta seletiva já faz parte da rotina de 59% da população paulista. A separação de reciclagem e não reciclável já faz parte da rotina de muitos paulistas. Algumas dúvidas sempre surgem, sendo abaixo segue uma tabela do Instituto Akatu esclarecendo o que recicla e o que não recicla.

Faço duas ressalvas a tabela acima. A primeira é em relação ao lixo eletrônico e lâmpadas. Ambos têm uma destinação diferente. Para a correta destinação do lixo eletrônico, verifique no site: http://www.e-lixo.org/. Tem um mapa de São Paulo com os locais de coleta. Vale ressaltar aqui que o descarte incorreto desses materiais pode ocasionar a poluição do solo, águas, etc.

Já as lâmpadas, o Supermercado Pão de Açúcar possui ponto de coleta. Lâmpadas, assim como eletrônicos são prejudiciais ao Meio Ambiente se descartada incorretamente.

Mais informações sobre o descarte de lixo doméstico: http://oquefazercomolixo-thi.blogspot.com/

A segunda é sobre o isopor. Isopor é reciclável e deve ser acondicionado junto com o plástico. Já temos empresas no mercado especializadas em reciclagem de isopor.

2.Minhocários: trata-se de caixas com minhocas, terra e húmus na qual se despeja o lixo orgânico e cobre com folhas secas. As minhocas realizam a decomposição dos resíduos e como resultado tem-se o chorume que é um excelente fertilizante para as plantas. Não tem cheiro nenhum. Moro em um apartamento e tenho o meu minhocário. Meu lixo reduziu consideravelmente.

A Morada da Floresta vende o minhocário pronto, e entrega em casa com manual de instrução e tudo. É só começar a usar: http://www.moradadafloresta.org.br/produtos-principal/minhocarios-domesticos

3.Economia de Energia e Água: diminuir o tempo de banho, desligar a torneira ao lavar a louça e ligar para enxaguar, evitar deixar as luzes ligadas durante o dia, os eletrodomésticos na tomada quando não estiverem em uso, são algumas atitudes que podem fazer a diferença.

4.Redução do Consumo: resíduo bom é resíduo não gerado. Pensar na hora de consumir, priorizar produtos que tenham menos embalagens, pensar antes de consumir, dar preferência a alimentos orgânicos (que além de sustentáveis por não usarem agrotóxicos e não poluírem o solo e o lençol freático, fazem muito bem a saúde), fazer compras em comércio próximos à sua residência valorizando o comércio local, usar mais transportes públicos e menos carro, etc. O Instituto Akatu tem diversas dicas relacionadas a Consumo Consciente até um manual. Moda já é sustentável, usam-se tecidos sustentáveis e resíduos de plástico e papel.

Mais informações: http://www.akatu.org.br/

Elevadores são ótimos lugares para folhetos informativos sobre reciclagem, composteiras, economia de energia e água. Se o seu condomínio tiver um jornalzinho vale a pena escrever sobre atitudes sustentáveis.

Educação Ambiental não é restrita a escola, a cursos, mas uma conversar com os amigos, com a família, ensinar seus filhos de uma forma divertida, explicar para as crianças a importância de cuidar das suas coisas, da casa, do bairro, da cidade e do mundo. Somos multiplicadores de opinião, idéias, valores.

Eu tento não ser a eco chata que sempre fica falando de meio ambiente, mas sempre que posso passo algum conhecimento para meus amigos, sobrinhos e família. Usar as redes sociais, os meios de comunicação (emails, jornais do condomínio) para educar.

E sem nunca esquecer das eleições, de conhecer os candidatos e seus planos de governo, e não só os cargos executivos mais os legislativos (Deputados e Senadores), pois são eles que criam e votam as nossas leis.

Eu acredito nas leis para solucionar problemas em curto prazo e Educação em longo prazo. Qualquer pessoa pode começar a qualquer momento. E não podemos deixar de cobrar ações de nossos governantes. De um em um, só em São Paulo somos 18 milhões.

Contribua você também com artigos, ideias e sugestões!

Condomínios Sustentáveis

condominiossustentaveis@gmail.com

Twitter: @c_sustentaveis

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: