Recicle as suas Atitudes

 

Recicle as suas atitudes

 

No final de semana, passando pela praia de Botafogo, me deparei com as esculturas feitas de garrafas plásticas, uma obra de arte, e o cartaz: “Recicle as suas Atitudes”.

 

Pareceu ao mesmo tempo mais uma frase de impacto mas é tão forte que me fez parar e pensar: o que precisa mudar para termos o futuro que queremos? Depende do governo? Depende do seu síndico? Depende de alguém que você não conhece deixar de jogar lixo no chão? Deixar de cortar árvores na Amazônia? Um país do outro lado do mundo parar de queimar carvão?

A resposta para as perguntas acima: sim e NÃO! Praticamente tudo que nos acontece, sejam coisas boas ou ruins, são consequencias de atos que alguma pessoa fez, intencionalmente ou não.

 

Depende de você e de mais ninguém decidir o que você quer fazer, o bem ou o mal. Se cada um fizer a sua parte, já teremos garantido o futuro, pelo menos, das próximas gerações.

 

Mas o que podemos fazer? Quais atitudes devem ser recicladas?

 

Temos que reciclar as atitudes dos cidadãos, no sentido de analisarem a real pegada que cada um deixa, reciclar as atitudes dos prefeitos e governadores, dos administradores condominiais, do Presidente da República, de todos os tomadores de decisão.

 

Somente com uma ação conjunta de todos os níveis da sociedade, com cobranças diretas e empenho dos executores,  poderemos chegar onde queremos.

 

 

O que falta?

 

  • Leis que obrigem ações ambientais, sem grandes burocracias e com honestidade para que não haja mais o “jeitinho” brasileiro para tudo.
  • Incentivo fiscal para as ações de sustentabilidade para cidadãos, cidades e empresas, redução e corte de impostos para a construção civil, automobilístico, aviação, reflorestamento, manutenção de áreas verdes, proteção de mananciais etc.
  • Cobrança e compromisso firme por resultados concretos mensuráveis.

 

É claro que isso não é tudo, esbarramos principalmente nos interesses financeiros. Não o capitalismos onde se prega ter o que se precisa, mas aquele mais nefasto, pregando que devemos comprar muito mais do que necessitamos, sem agregar qualquer sensação de felicidade às nossas vidas.

 

Cada dia temos mais bens, mais roupas, mais carros e as nossas vidas cada vez mais vazias e sem sentido.

 

 

***************************************

Renato Munhoz – 21-9432-2321

www.twitter.com/c_sustentaveis

https://condominiossustentaveis.wordpress.com

Anúncios

One response to this post.

  1. Posted by Ana Paula on 07/11/2012 at 16:51

    Concordo plenamente com o que foi dito e cada a cada um procurar este sentido para suas vidas…Fazendo a sua parte da melhor maneira que puder.

    Parabéns pela iniciativa desta matéria e das demais deste blog.

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: