O que você precisa saber sobre água de reuso

O que você precisa saber sobre água de reuso

Ainda não pensou em adotar a água de reuso como alternativa na sua casa ou condomínio? Hoje ensinamos como fazer. Confira as dicas!

 

 

A Terra tem 70% da sua superfície coberta por água. Mas 98% de todos estes litros estão nos oceanos e só os 2% restantes são potáveis – mas não acessíveis, pois estão congelados nos polos norte e sul do planeta. Existe outra parte menor no subsolo e outra menor ainda, em rios, lagos e lagoas.

 

Pensar no uso sustentável desse recurso natural tem sido uma das grandes preocupações deste século, cuja solução pode estar na água de reuso, uma forma de evitar o desperdício e garantir o seu reaproveitamento.

 

A reutilização da água não é novidade

 

A água de reuso é aquela que foi utilizada no banho, na lavagem de roupa, de varandas, de carro, a que sobra nos processos industriais e que segundo alguns padrões estabelecidos estão aptas a serem utilizada novamente. Estas águas residuais são tratada nas ETEs (Estações de Tratamento de Esgoto). Após o tratamento de água, ela pode ser reutilizada direta ou indiretamente. Quando o uso é planejado, são realizados tratamentos e ela não é lançada no meio, mas transportada para o local onde será reutilizada, ou quando ela simplesmente é lançada de volta ao seu meio natural com ou sem tratamento.

 

Em grande parte dos casos, a água de reuso é recomendada para lavar carros, irrigar campos de cultivo e jardins, combater incêndios, limpar ruas e gerar energia, não sendo indicada para consumo. Lembrando que esta água não é potável, por isso não pode ser ingerida, mas pode ser aproveitada em qualquer atividade que não ofereça riscos à saúde. Quando a água é reutilizada, ela acaba deixando mais água potável disponível, o que melhora o problema de abastecimento.

 

Água de reuso potável? Será?

 

Pesquisadores enxergam na água de reuso a solução para a crise hídrica mundial. Para eles, é justamente a água que ninguém gosta de ver, aquela que corre escondida no subsolo pela canalização de esgoto, que pode ser transformada em potável – e a tecnologia para isso já existe. Partindo do princípio que a água deve ser julgada pela sua qualidade e não pelo seu histórico, uma vez totalmente limpa e livre de bactérias ela pode servir para matar a sede. Para se ter uma ideia, só sob a cidade de São Paulo haveria o suficiente para abastecer mais de 5 milhões de pessoas.

 

Projeto pode beneficiar 3,5 milhões de pessoas no Rio de Janeiro

 

De acordo com o IBGE, 31 milhões de brasileiros ainda não têm água tratada, mas ainda assim o desperdício é grande. No Rio de Janeiro, as quatro principais empresas do Distrito Industrial têm permissão para tirar do Rio Guandu mil litros de água por segundo. No entanto, para impedir que o mar avance salgando a água, é preciso então retirar mais água ainda, fazendo com que o rio corra com mais força impedindo o avanço do mar.

 

A proposta da Secretaria estadual de Meio Ambiente é que essas empresas construam uma adutora de 14 quilômetros de extensão para retirar a água que precisam da Cedae, a Companhia Estadual de Água e Esgoto. A água fornecida seria a que hoje é usada para limpar os filtros da tubulação e que depois é devolvida ao Rio Guandu, tratada, mas não reaproveitada. Com isso a água que hoje é usada para ”brigar” com o mar impedindo seu avanço seria usada para abastecer cerca de 3,5 milhões de pessoas, havendo uma economia de 11 mil litros de água por segundo.

 

Reuso planejado da água já é realidade em várias cidades

 

A ideia de utilizar a água de reuso já é realidade em várias cidades ao redor do mundo e no próprio Rio de Janeiro. O famoso balneário de Búzios, na Região dos Lagos, faz o esgoto passar por várias estações de tratamentos equipadas com membranas e filtros especiais até ficar completamente livre das impurezas e estar em condições de ser reutilizada. Nos Estados Unidos, a cidade de Las Vegas, em pleno deserto, utiliza o mesmo procedimento.

 

Em São Paulo já existe um tratamento que transforma a água marrom de parte do esgoto da cidade em água de reuso, transparente e inodora, mas ainda não potável. Ela percorre uma adutora de 19 quilômetros até o polo petroquímico do ABC, mas a ideia é que futuramente ela seja ainda mais limpa para abastecer as torneiras residenciais. Além da solução para o abastecimento, haveria também um impacto positivo no meio ambiente, já que com todo o esgoto transformado em água de reuso os rios também seriam naturalmente despoluídos.

 

Receita caseira para reuso da água

 

Mesmo que a água de reuso ainda não tenha chegado à sua torneira você pode fazer a sua própria, reaproveitando a água da máquina de lavar roupa, do chuveiro ou da louça. Há ideias bastante simples de serem executadas e podem significar uma grande economia, evitando o desperdício. Você pode fazer um reservatório de água com reuso, com:

 

  • 1 lata de lixo de 60 litros
  • 1 bombinha de máquina de lavar roupa
  • 1 falange de 1 polegada
  • 1 mangueira de borracha
  • 2 braçadeiras
  • 1 mangueira de máquina de lavar
  • 1 cabo de abajur (que já tem o interruptor no meio),
  • 4 tábuas de pinus de 45 cm x 20 cm
  • 4 rodízios

Como fazer:

 

Faça a base formando um quadrado com as tábuas e parafusando os rodízios. Prenda a lixeira na base de forma que você possa empurrar sem que ela saia da base, o que você pode fazer com alguns calços de madeira. Faça a conexão do motor com o fio elétrico e o conecte à lixeira com uma falange e conecte a mangueira da máquina de lavar. Proteja o motor da água com uma placa de EVA, o interruptor com plástico e seu reservatório está pronto para receber a água da máquina de lavar roupa, do banho ou da louça. Ao economizar água você estará também reduzindo sua conta da concessionária e colaborando para a proteção do meio ambiente. Afinal, ser sustentável é a moda mais legal dos últimos tempos.

 

 

Texto Cortesia de Elva Vieira, redatora, estrategista de Link Building e otimização de sites e blogs.

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: