Archive for the ‘Mobilidade Urbana’ Category

Crowdfunding – Padaria na Sua Casa

Crowdfunding – Padaria na Sua Casa

Saúde e Consumo Consciente, desenvolvimento de projetos locais e redução de emissões de carbono levando a produção para perto dos pólos consumidores, sobretudo nos grandes condomínios residenciais, também é SUSTENTABILIDADE e apoiaremos todos projetos que tenham essas premissas.

A Padaria na sua Casa é uma dessas grandes ideias, sustentável e saudável, que precisa de sua ajuda e a qual temos alegria de divulgar.

http://www.kickante.com.br/campanhas/apoie-criacao-da-padaria-na-sua-casa

paes_artesanais.jpg

Segue texto de João Villalva, idealizador do projeto:

Historicamente as crises são os maiores incentivos às inovações, criação de formas alternativas de negócio, visões diferentes e produtivas.

Quando duas pessoas encaram a idade em que o ‘mercado’ acha alta e aquela estranha qualificação excessiva, diminuído o acesso a empregos, encontrar uma saída em negócios parece o único caminho viável, mas no mercado atual, somente as saídas inovadoras e que tragam alta satisfação do cliente são as que tem real chance de sucesso.

Criar um negócio envolve, ideia, invocação, comprometimento e energia que acreditamos que Zilda e João tem de sobra, mas não todos os recursos financeiros necessários.

A essência do Projeto é a criação de uma Padaria ‘volante’ que se instala semanalmente em condomínios e leva pães e massas artesanais, feitos com matérias primas de primeira qualidade, incluindo orgânicos, sem glúten e de vários tipos e sabores, além de patês e molhos, doces requintados como sobremesas em potes e Brigadeiros Gourmet, como o de Maçã Verde, Damasco e outros.

Como confiamos muito em nosso projeto e vemos na modernidade e em conceitos como a economia colaborativa como caminhos sem volta, estamos trabalhando muito forte para viabilizar um nosso novo negócio, e para captar os recursos necessários criamos uma campanha de Financiamento Coletivo (ou “Crowdfunding”) e queremos pedir o apoio de tantos quantos puderem na divulgação da nossa campanha entre todos os seus contatos em redes sociais, na sua família, no seu ambiente de trabalho, como também contribuindo com recursos, chamados pela plataforma de Kickadores, na medida do possível.

A campanha está sendo feita através da plataforma Kickante, onde todas as pessoas terão todas as informações já a partir de hoje e poderão fazer contribuições (chamadas de Kickadas) que juntas devem atingir a meta que cuidadosamente orçamos para fazer o projeto ser concretizado e inaugurarmos em cerca de 90 dias a “Padaria na Sua Casa”.

Como todo projeto de Crowdfunding estão previstas Recompensas para os Kickadores e todas elas trarão nossa imensa gratidão e mostrarão quem está e estará ao nosso lado em prováveis novas fases, uma vez consolidada a “Padaria” quando buscaremos sócios ou parceiros. Mas tudo a seu tempo. Hoje queremos trazer para você nosso pedido de participar com sua Kickada (que está bem explicada como pode ser feita, que se preferir poderá ser até em parcelas mensais), mas também é de extrema importância que nos apoie divulgando o link da campanha, que é o seguinte:

http://www.kickante.com.br/campanhas/apoie-criacao-da-padaria-na-sua-casa

Se alguém que gostar do modelo de negócio, residir em condomínio vertical ou horizontal com mais de 100 unidades e acreditar – de preferência na Zona Leste de São Paulo, porém analisaremos propostas em toda a cidade –  por favor nos informe pois estamos desenhando o modelo de parceria de indicação e operação, para implantação depois do período inicial e após os primeiros meses.

Contato: João Villalva jjvillalva@gmail.com

Anúncios

CARNAVAL – Caia na folia de forma consciente

Caia na folia de forma consciente

 

carnaval-3

 

Pequenas atitudes podem garantir um carnaval alegre, seguro e socialmente responsável

Carnaval é tempo de alegria. Mas a irreverência, marca principal da festa, não é desculpa para se esquecer de algumas atitudes socialmente responsáveis. O consumo consciente não diz respeito apenas a atitudes com relação ao próximo e ao planeta. Cuidados com a saúde e com a segurança próprias também estão relacionados ao consumo consciente.

 

Abaixo algumas dicas para brincar muito – conscientemente.

 

  • Não deixe seu lixo por aí. Leve uma sacola ou mochila na qual você possa armazenar o lixo que produzir até conseguir uma lixeira para descartá-lo.
  • O Carnaval é marcado por uma verdadeira explosão de criatividade. Tanto no desfile das escolas de samba, passando pelos bailes carnavalescos e pelos blocos de rua, as cidades são tomadas por fantasias criativas e irreverentes. Mostre que você é mais criativo ainda. Utilize materiais biodegradáveis na confecção de sua fantasia.
  • Se for viajar de carro, vistorie seu carro. A medida pode trazer ganhos para seu bolso e para o meio ambiente, além de maior segurança nas estradas.
  • Brincadeiras com água, como molhar os foliões com mangueiras, é coisa de outros carnavais – literalmente. A estiagem é coisa séria, que não pode ser desconsiderada nem mesmo no Carnaval.
  • Tenha paciência. Afinal é Carnaval. Perca alguns minutos nas filas dos banheiros químicos. A sua cidade agradece.
  • Se for viajar, respeite o lugar que o acolhe, seja preservando a natureza e respeitando os costumes e a cultura locais.
  • Fique atento para não perder seus documentos. Leve apenas o básico, como carteira de identidade ou de motorista.
  • Cuide-se de si mesmo: prefira comidas leves, beba muita água e sucos e aproveite para se desligar dos problemas.

 

Resumindo: seja feliz!

 

Renato Moreno Munhoz

21-97932-1878

Mais 3 km de ciclorrotas no Centro do Rio

Prefeitura do Rio inaugura mais 3 km de ciclorrotas no Centro.

thumb-ciclorrotas-o-melhor-caminho-para-quem-pedala1

Com as novas rotas, os cariocas poderão seguir do MAM à Praça Henrique Lage/ Buraco do Lume/ Largo da Carioca pela ciclovia de 1,3 km, que passará pelas Avenidas Calógeras e Graça Aranha. Do MAM à Cinelândia haverá 0,5 km de pistas, com passagem pela Av. Beira-Mar; e do MAM à Praça XV mais 1,2 km, através da rua Santa Luzia.

Quer Começar a Pedalar? Bike Anjo

Já pensou em começar a utilizar a bicicleta como seu principal meio de transporte e está com medo de se aventurar sozinho pelas Ruas da Cidade?

 

Conheça a Bike Anjo!

 

Bike Anjo é um projeto simples: ciclistas que tem experiência em pedalar no trânsito se dispõem a acompanhar ciclistas inexperientes ou pessoas que desejam utilizar a bicicleta como meio de transporte.

Divulguem, utilizem, tornem o trânsito mais humano, menos poluição e melhor qualidade de vida.

 

Rio de Janeiro – http://bikeanjo.com.br/contato/

Brasil – http://bikeanjo.com.br/

A Aldeia Maracanã – Não Existe uma Alternativa aos Índios?

A Aldeia Maracanã

Nos últimos dias a mídia tem mostrado o impasse sobre a desapropriação do antigo Museu do Índio, ao lado do Estádio do Maracanã. Eu pessoalmente acho a Copa do Mundo no Brasil uma coisa muito legal, atrai investimentos, turistas, moderniza parte da cidade, mas e o custo social disso?

Sem querer entrar na dívida histórica com os indígenas desde o “descobrimento” (invasão) do Brasil, os governos deveriam se empenhar em preservar a cultura nativa do nosso país e não protagonizar mais um episódio de demonstração de poder e falta de sensibilidade.

Espaço para todos não falta, a recuperação do antigo casarão seria mais uma atração para os turistas e um sinal de respeito aos nativos de nosso país e uma melhora da nossa imagem no exterior.

Precisamos de mais lojas? Mais um shopping? Mais área de estacionamento? Não estamos na era da mobilidade urbana? Do incentivo ao uso de transporte coletivo e bicicletas? Estamos indo na contramão disso tudo.

Quem realmente ganha com a entrega desse patrimônio público à iniciativa privada?

A FIFA já manifestou que nunca exigiu a demolição do Museu do Índio, juntamente com o centro de atletismo, o complexo aquático e o Colégio Friedenreich. O que sobrou foi o desejo de destruição e o poder que subiu à cabeça de alguns.

Senhores prefeito e governador do Estado, realmente não existe uma alternativa aos índios?

Vamos tornar pública nossa insatisfação sobre esse triste episódio da nossa história.

 

***********************************************************************

Renato Moreno Munhoz

21-9432-2321

www.sindicoprofissionalrj.wordpress.com

Pense Global, aja localmente

Pense Global, aja localmente


Parece que as nossas pequenas ações nada mudarão a nossa relação com a sustentabilidade, mas como diz o ditado: “de grão em grão que a galinha enche o papo”; podemos sim fazer a diferença.

Certamente algumas dessas ações não terão efeito sentido no local onde você mora, mas por exemplo, a redução do consumo de energia elétrica, por menor que seja, se for adotado por muitos poderá se refletir em ganhos enormes.

As cidades estão consumindo mais energia do que nunca, é o custo da comodidade, podemos nos damos à esse luxo e muita coisa pode ser feita para minimizar esse impacto, algumas extremamente simples, sem comprometer o conforto.

O aumento do consumo nos faz ir atrás de cada vez mais fontes de energia, sejam limpas ou as teoricamente limpas como as hidreletricas, que dependem de desmatamento e alagamento de áreas.

 

Nesse ritmo precisaremos de quantas novas Belo Monte?

 

Pensando nisso, e tentando minimizar a nossa pegada no planeta, elaborei um conjunto de ações simples que podem parecer clichê, mas que se adotados em sua maior parte pela maioria das pessoas, poderemos começar a sentir algum efeito direto nas nossas vidas.

 

Dicas simples:

 

1. Valorize a luz natural, mantenha suas cortinas abertas.

2. Pinte as paredes de casa com cores claras e ecológicas.

 


3. Dê preferencia a comprar produtos fabricados e comercializados próximos de sua residência, nada contra os chineses, mas seus produtos são produzidos com matriz energética à base de carvão e o transporte emite toneladas de CO2.

 

4. Retire aparelhos e carregadores das tomadas quando não estiverem em uso.

5. Reduza o brilho do monitor do computador.

 


6. Evite o uso de lâmpadas incandescentes, prefira lâmpadas fluorescentes e de LED, compre lâmpadas de boa qualidade, lâmpadas muito baratas têm normalmente vida útil menor.

 

7. Use menos o carro, prefira a bicicleta, caminhadas e fazer compras nos mercados próximos, com uso de carrinhos e ecobags.

 

8. Faça uma pequena horta de temperos e ervas, dá vida à casa e produtos de qualidade garantida. http://planetasustentavel.abril.com.br/noticia/casa/conteudo_411077.shtml

 


9. Plante uma árvore, ahh não tem espaço e nem tempo? A SOS Mata Atlântica pode fazer isso por você através do www.clickarvore.com.br

 

****************************************

Renato Moreno Munhoz – 21-9432-2321

sindicoeasyway@gmail.com

http://www.twitter.com/c_sustentaveis

O Papel das Cidades para a Sustentabilidade

O Papel das Cidades para a Sustentabilidade


O Condomínios Sustentáveis acredita que as cidades (e consequentemente os condomínios) têm um papel fundamental para alcançarmos a sustentabilidade de fato, para isso devem ser tomadas iniciativas concretas, penalizando as ações nocivas, bonificando e incentivando as ações benéficas ao meio ambiente, assim grandes resultados surgirão.


Uma das principais ações seria pressionar as construtoras à adotarem tecnologias que permitam a redução do consumo de energia elétrica, valorização da luz natural, redução do consumo de água, nos prédios novos. Para as edificações antigas é essencial o apoio à redução do consumo, incentivar a coleta seletiva etc.


Além disso melhorar substancialmente a qualidade do transporte público e incentivar meios de transporte hoje tidos como alternativos, como a bicicleta, caminhada, melhorar a coleta e a destinação do lixo e esgoto, evitar desperdícios de água por vazamentos nas ruas e muito mais.


Acordo do C40


Os prefeitos das maiores cidades do mundo anunciaram nesta terça-feira (19/06), durante a conferência Rio+20, um acordo que irá reduzir 45% das emissões previstas de gases que provocam o efeito estufa até 2030. O volume de 1,3 bilhão de toneladas é equivalente ao que hoje é emitido por um país como o México durante um ano inteiro.


A C40 é uma entidade que reúne 59 prefeitos das maiores cidades do planeta, com o objetivo de trocar experiências para o combate e adaptação às mudanças climáticas, ela acredita que, com a união dos prefeitos das maiores e mais importantes cidades do planeta, será mais fácil encontrar soluções para problemas urgentes, como o manejo do lixo e o transporte.

Problemas das cidades


Os desafios mais comuns enfrentados pelas cidades incluem trânsito, falta de fundos para prover serviços básicos, a falta de habitação adequada e infraestrutura em declínio.


Metade da humanidade – 3,5 bilhões de pessoas – vivem hoje em cidades. Até 2030, quase 60% da população mundial viverá em áreas urbanas.


As cidades ocupam apenas 2% de toda a terra do planeta, mas respondem por 60% a 80% do consumo de energia e por 75% das emissões de carbono.


Basta saber qual será a metodologia de avaliação e medição para evitar a maquiagem ecológica. Vamos acompanhar esse processo e verificar se o compromisso é mais uma tática eleitoreira ou se enfim alguém está realmente preocupado com o nosso futuro.


Fonte: UOL


****************************************

Renato Moreno Munhoz – 21-9432-2321

sindicoeasyway@gmail.com

http://www.twitter.com/c_sustentaveis

%d blogueiros gostam disto: